Gestão de métricas: competências e habilidades

Apesar das análises em bibliometria, cienciometria ou webometria serem baseadas em fundamentos matemáticos seu estudo não exige formação em exatas. Internacionalmente estas áreas se encontram mais organizadas desde os anos 1960 e 1970. Os estudos brasileiros são da década de 1970. Apesar de a multidisciplinaridade ser uma das características da bibliometria, cienciometria e suas derivações, seu processo de consolidação no Brasil tem sido conduzido por pesquisadores da Ciência da Informação e bibliotecários.

O Encontro Brasileiro de Bibliometria e Cienciometria (EBBC) que ocorre bianualmente desde 2008 tem contribuído para difusão de conceitos e capacitação de gestores de diferentes áreas. Inseridos em um universo baseado em indicadores os gestores buscam aperfeiçoar suas habilidades na gestão de métricas para aumentar a competitividade e visibilidade de programas de pós-graduação, faculdades e universidades. Esse modelo de gestão baseado em indicadores contribui significativamente para o planejamento estratégico e a otimização de recursos públicos como as verbas PROAP e PROEX.